Pirráias da Periferia estará na Bienal Internacional do Livro e terá apoio do EduQuadrinhos

A Bienal acontece de 1 a 12 de outubro, no Centro de Convenções, em Olinda

Voltado para o ensino gratuito de práticas esportivas, aliado ao incentivo e acompanhamento do desempenho escolar de 180 crianças e adolescentes de 8 a 18 anos das comunidades do Coque, Várzea e Morro da Conceição, o projeto de extensão da UFPE “Pirráias da Periferia’’ estará presente na XIII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco.

Com professores da UFPE, profissionais de Educação Física, líderes comunitários e voluntários, o projeto Pirráias da Periferia iniciará ainda em outubro deste ano mais turmas no bairro de Nova Descoberta.

Todos as crianças do “Pirráias da Periferia” irão visitar gratuitamente a XIII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, acompanhadas pela equipe do projeto.

Na stand do “Pirráias da Periferia”, além de fotos e informações do projeto, estará disponível para venda a HQ ‘’Pirráias da Periferia”, de autoria do professor Zé Luís Simões (coordenador geral), roteiro do professor Fábio Paiva (coordenador pedagógico) e ilustração de Rhebe Morais , que conta a história do projeto desde a sua concepção, em 2008. Além disso, também será lançada a obra literária ‘’Ser Feliz: A saga de um brasileiro que viveu na periferia’’, escrita pelo professor Zé Luís.

Capa do gibi que conta a história de criação do projeto

Com o intuito de arrecadar recursos para compra de chuteiras e tênis para as crianças do projeto, e demais itens estruturais para a realização das atividades, outros livros estarão disponíveis para venda no stand: “Elites e Vadios na Imprensa’’, de autoria do professor Zé Luís, ‘’Identidade’’, de autoria do professor Fábio Paiva, “Pesquisas em Teoria e História da Educação”, organizado pelos professores Zé Luís e Hercilia Melo, e ‘’Leleco, a lagartixa que perdeu a calda’’ de autoria de Abigail Souza.

Assim como acreditava Paulo Freire, o “Pirráias da Periferia” dialoga diretamente com a realidade das comunidades onde atua e valoriza suas singularidades culturais. O projeto, além do fomento ao esporte, acompanha os jovens e os direciona ao mundo do conhecimento.

O Professor Zé Luís assim resume as ações do projeto: “Nosso papel é dar oportunidades para crianças e adolescentes das periferias da cidade do Recife, tanto na prática de esportes como na articulação dessas práticas vinculadas ao acompanhamento escolar e estímulo aos estudos. Essa é a essência do projeto Pirráias da Periferia. Nossa meta é atender aproximadamente 500 jovens até o final de 2021.”

“Conheci o projeto através de um amigo, lá eu conheci o professor Zé Luiz, que elaborou esse projeto com o intuito de trazer esperança para a garotada da periferia. Conheço alguns amigos que, através do projeto, começaram a acreditar mais nos seus sonhos, a lutar por eles e transformá-los em realidade. Meu conselho pra quem participa é: aproveitem essa oportunidade, dialoguem com o Zé Luís e acreditem nos seus sonhos!”, comentou Jamerson Cardoso, ex-aluno do projeto e personagem principal da história em quadrinhos “Pirráias da Periferia’’.

Informações e fotos do projeto no Instagram: @pirraiasdaperiferia

Serviço: Stand do projeto ‘’Projeto Pirráias da Periferia’’ na Bienal do Livro de Pernambuco.
De 1 a 12 de outubro, no Pavilhão de Feiras do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.
Horário: 9h às 21h durante os 12 dias de evento.
Ingressos para Bienal: R$ 10,00 Inteira, R$ 5,00 Meia-entrada e Social: R$7,00 + 1kg de alimento.

Assessoria de Comunicação:
Fernando Parker: 99930-8305

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: